Encontre o fornecedor mais próximo de você
Artigos Produtos

Calcário no solo.

Qual é o momento ideal para a calagem?

A correção do solo é uma das práticas agrícolas mais antigas e também uma das mais importantes. Através dela é possível aumentar e dar sustentabilidade à produtividade brasileira no agronegócio.

A calagem do solo e seus benefícios

O calcário é extraído de uma rocha sedimentar composta por carbonato de cálcio e age como um neutralizador da acidez do solo. Sua utilização faz uma grande diferença, sendo uma forma de aumentar a eficiência na produtividade da lavoura.
Os solos brasileiros possuem, em sua maioria, de média a alta acidez (pH H2O <5,5) e, consequentemente apresentam alumínio e manganês em nível tóxicos – fatores que impactam diretamente na produtividade das culturas. , A calagem consiste em uma etapa do preparo do solo com fins de cultivo agrícola. Nela, materiais alcalinos são adicionados ao solo para que aconteça a neutralização de sua acidez. O processo atua no pH do solo, principalmente em suas camadas superficiais.

  • Entre seus principais benefícios estão:
  • Neutraliza a acidez do solo;
  • Fornece cálcio e magnésio para o solo;
  • Cria um ambiente propício e estimula o desenvolvimento radicular;
  • Aumenta a disponibilidade de fósforo;
  • Reduz a toxidez de alumínio e manganês;
  • Aumenta a mineralização da matéria orgânica;
  • Nas propriedades físicas do solo, aumenta a agregação, podendo reduzir a compactação;

A calagem representa um custo pequeno em relação ao empregado na produção total, reafirmando que a relação entre os benefícios e o valor gasto realmente vale a pena.

Antes de fazer qualquer aplicação, é preciso realizar a análise de solo, para saber as condições do solo e como ele precisará ser corrigido e nutrido para que se atinja o potencial produtivo máximo. Uma boa interpretação será fundamental para determinar, com exatidão, melhor produto, quantidade e período de aplicação. Utilizando o calcário agrícola tradicional, a calagem deve ser feita com cerca de 3 meses de antecedência do plantio, pois dessa forma o solo pode reagir e ter sua acidez reduzida. É sempre importante relembrar que o calcário precisa de uma certa umidade para reagir como esperado, então é sempre considerável que seja analisado o período de aplicação.

O planejamento agrícola é importante por pontos como esse, onde a desconsideração dos fatores de aplicação ideal podem interferir negativamente no resultado esperado.

É indicado que o engenheiro agrônomo responsável pela lavoura faça o receituário com as quantidades recomendadas, mas você também pode fazer uma simulação desses valores diretamente na calculadora especial disponibilizada pela Viter em seu site oficial.

Existem dois métodos distintos de realizar o cálculo de calagem no país, e são eles o Método da saturação por bases e o Método baseado nos teores de Al e (Ca + Mg) trocáveis.

A aplicação de calcário no solo pode ser feita de duas formas diferentes:

Incorporada: a aplicação é seguida de operações de aração e gradagem. Se a calagem for feita em sistemas convencionais de cultivo, o calcário deve ser incorporado a 20 centímetros de profundidade ou até mais;
Superficial: aplicado sobre a superfície do solo sem qualquer tipo de envolvimento

Afinal, por que corrigir o solo com calcário?

Com a correção dos nutrientes do solo e o incremento da fertilidade, é possível proporcionar para as plantas um ambiente mais completo para o desenvolvimento do seu sistema radicular. A calagem se faz necessária para o aumento de produtividade com um custo benefício acessível e bastante interessante.
Para conhecer os produtos da Viter que podem ajudar sua safra a ser ainda mais produtiva, acesse nosso site.