Encontre o fornecedor mais próximo de você
Artigos

Como o enxofre impacta no cuidado com o solo

Entenda como ele é necessário para o desenvolvimento das plantas e quais as soluções para aumentar a produtividade da safra

O enxofre é um nutriente essencial para que as plantas completem seu ciclo de vida e também possam se desenvolver de forma que sejam produtivas, tanto em relação à quantidade quanto à qualidade. É um dos elementos químicos mais abundantes na natureza e na temperatura ambiente. É sólido e possui cor amarelada.

Além de suas funções aplicadas ao solo, o enxofre também é essencial para a produção de ácido sulfúrico, utilizado em diversos setores da indústria, como na produção de adubos formulados NPK.

A função do enxofre:

É fundamental para as plantas, pois desempenha um papel estrutural em diversas moléculas importantes do metabolismo. Moléculas como os lipídios, polissacarídeos, flavonoides, alcaloides e faz parte da formação dos aminoácidos além de outras fazem parte dos processos que necessitam do enxofre para se completarem nas plantas.

Além desse caráter estrutural, o macronutriente pode desempenhar papel de coenzima, atuando na regulação das próprias enzimas.

Em caso de deficiência, os sintomas são bem parecidos aos da falta de nitrogênio, sendo diferentes somente pelo fato de que a deficiência do enxofre é sentida diretamente nas folhas mais novas da planta.

Quais são os sintomas de deficiência do enxofre nas plantas?

A deficiência de enxofre pode causar um grande impacto na produtividade de diversas culturas, principalmente por afetarem de forma direta o desenvolvimento das plantas, a qualidade dos alimentos e até mesmo os processos naturais que favorecem a nutrição da lavoura e a fixação biológica de nitrogênio no solo.

Isso acontece devido à importância do papel desenvolvido pelo enxofre na constituição de diversos elementos estruturais e metabólicos das plantas, o que interfere em vários processos fisiológicos.

Conheça alguns dos principais sintomas da deficiência do enxofre:

  • Redução do tamanho das folhas mais novas e encurtamento dos internódios;
  • Atraso na floração e na maturação das sementes e dos frutos;
  • Menor nodulação em leguminosas.

Tais problemas podem ser minimizados com um preparo de solo adequado e um manejo feito de acordo com as necessidades. Vamos descobrir como.

Manejo e correção do solo com deficiência de enxofre:

O primeiro passo para identificar um solo com deficiência de enxofre é observar os sintomas e realizar uma análise completa para identificar quais são os níveis de necessidade do nutriente no solo em questão. Inclusive, caso você precise de uma ajuda para identificar as quantidades de enxofre que seu solo necessita, conte com a calculadora da Viter.

O gesso agrícola é uma ótima opção de fonte de enxofre para as plantas, apresentando um teor médio de 15 a 18% do macronutriente. Além de fornecer enxofre às plantas, ele também ajuda na diminuição da saturação de alumínio em profundidade.

A solução da Viter para a ampliação dos resultados das safras levando em conta a adequação do enxofre nos níveis necessários pelo solo é o Optmix, um produto que foi formulado pensando nos agricultores que buscam o potencial máximo do solo, com processos operacionais e aplicação otimizada.

O Optmix é uma mistura homogênea e industrializada de calcário e gesso. Ele fornece ao solo uma combinação dos 3 macronutrientes essenciais para um melhor resultado da safra, que são: Cálcio (Ca), Magnésio (Mg) e Enxofre (S). Seus principais benefícios são: equilíbrio de bases com Ca e Mg em aplicação única, com o acréscimo de S; correção em profundidade; neutraliza o alumínio tóxico em profundidade; manutenção da fertilidade e melhora do ambiente produtivo, em superfície e subsuperfície Nada melhor que poder oferecer à lavoura o que há de melhor e sem perder a praticidade e agilidade nos processos.

Para conhecer o Optmix e agregar produtividade à sua safra, acesse nosso site ou fale com um de nossos revendedores.