Encontre o fornecedor mais próximo de você
Artigos

O preparo do solo é uma das etapas mais importantes em uma safra

O processo inclui etapas que geram alterações físicas, químicas e biológicas no solo, garantindo aumento de produtividade

 

Muitos processos são feitos na fazenda logo no início de uma safra. Embora não sejam assim tão visíveis para todos, nós sabemos o quanto os procedimentos de preparo do solo são importantes. Um plantio, por exemplo, só deveria começa quando o solo está realmente pronto para receber as sementes, a fim de gerar novas plantas e mais produtividade para o agricultor.

 

O preparo do solo, quando feito de forma eficiente, proporciona condições físicas e químicas ideais para que a planta tenha uma germinação de qualidade, o que também acarreta um crescimento e desenvolvimento radicular dentro dos padrões positivos. Com isso, a cultura consegue se estabelecer e evoluir. Algumas culturas também necessitam de preparos de solo mais profundos e com mais técnicas, tornando ainda mais essencial a a avaliação das condições do solo por meio de uma análise, , de maneira que o processo se torne mais eficiente.

 

Caso o preparo do solo seja feito de forma inadequada, o resultado pode comprometer o desenvolvimento do sistema radicular da planta, causando prejuízos como queda de produtividade e, consequentemente, maiores custos finais para o produtor rural.

 

O solo é fundamental no desempenho da produtividade de uma lavoura, pois é nele que ficam armazenados os nutrientes que as plantas precisam para crescer. Por isso, o agricultor precisa ter conhecimento profundo sobre o solo de sua fazenda, pois é dele que virão muitas respostas que podem mudar o rumo dos resultados da safra.

 

Agora que já sei da importância do preparo do solo, como posso executá-lo em minha fazenda?

 

É importante salientar que um dos fatores que contribuem para o bom desenvolvimento das plantas é a matéria orgânica presente no solo. É muito comum e espera-se, na verdade, que o solo apresente em sua composição elementos químicos que normalmente são absorvidos pelas raízes das plantas e que podem ser subdivididos em dois grupos: os macronutrientes e os micronutrientes.

 

Macronutrientes: são aqueles que geralmente são consumidos em grandes escalas pelas plantas, como os compostos de cálcio, magnésio, enxofre, nitrogênio, fósforo e potássio.
Micronutriente: um pouco distintos dos anteriores, são consumidos em menor quantidade pelas plantas, e são caracterizados pelos compostos de manganês, boro, molibdênio, cloro, zinco, ferro e cobre.

 

Além de todos os benefícios referentes à germinação e desenvolvimento das plantas, corrigir osolo antes do plantio também acaba rendendo uma ajuda na prevenção de plantas daninhas, que sempre geram muita “dor de cabeça” ao agricultor e afetam a produtividade da plantação.

 

E como é feito o preparo do solo?

 

Calagem: um dos processos mais importantes no preparo do solo

A calagem é a principal técnica utilizada no preparo do solo antes do plantio, pois é responsável por reduzir consideravelmente a acidez e a presença de alumínio, componentes tóxicos para as raízes das plantas. É muito comum que sejam encontrados alumínio e manganês no solo, e ambos têm efeitos tóxicos e prejudiciais para o desenvolvimento das plantas, pois prejudicam o crescimento radicular, comprometendo o resultado da lavoura e reduzindo sua produtividade.

 

Os principais benefícios da calagem estão relacionados diretamente à correção da acidez do solo e ao estímulo para o crescimento das raízes das plantas, mas também podemos citar alguns outros que são igualmente importantes:

– Aumento da disponibilidade de fósforo e aporte de cálcio e magnésio;

– Diminuição das perdas de bases (K, Ca e Mg) por lixiviação;

– Aumento do sistema radicular e maior acesso a água e nutrientes;

– Auxílio na tolerância à períodos com menos água disponível;

– Aumento da agregação do solo e diminuição da sua compactação;

– Estímulo ao desenvolvimento da vida microbiana;

 

A calagem possui, ainda, outros benefícios que dizem respeito à parte econômica. A relação de retorno sob investimento é muito interessante, pois oferece benefícios significativos por um investimento pequeno se comparado aos custos totais de uma safra e/ou a economia gerada na aquisição de insumos de maiores valores.

 

Além deste retorno positivo, a calagem garante aumentos consideráveis na produtividade da safra, algo muito importante para todo agricultor, por isso ela é essencial no processo produtivo de diversas culturas

 

É importante considerar que cada solo tem necessidades diferentes visto que as regiões do Brasil são distintas, e por isso, é sempre indicado que um engenheiro agrônomo seja consultado antes de qualquer processo de correção e nutrição de solo, inclusive a calagem.

 

Quer saber mais sobre o processo de calagem e como adquirir os produtos que transformarão sua safra? Fale conosco: vendas@viteragro.com.br